Município briga para perder título de maior beneficiado pelo Bolsa Família

Por brasil

PATRÍCIA BRITTO, DE SÃO PAULO

Encravado no extremo oeste maranhense, a 213 km de São Luís, o município de Junco do Maranhão briga na Justiça para mudar o tamanho de sua população nos registros oficiais e, assim, sair do topo da lista de cidades com maior cobertura do Bolsa Família.

Se considerados os dados do IBGE e do Ministério do Desenvolvimento Social, o município tem 90,6% de sua população beneficiada pelo programa do governo federal. São 919 famílias cadastradas, ou 3.308 pessoas beneficiadas –considerando a média usada pelo ministério, de 3,6 pessoas por família. Já a população total estimada pelo IBGE é de 3.653 pessoas.

O prefeito Aldir Cunha Rodrigues (PR) contesta os números e afirma que a população jucoense é, na verdade, maior do que a oficial.

Segundo ele, havia uma disputa pela definição dos limites da cidade e, durante o Censo de 2010, quatro povoados de Junco do Maranhão foram integrados aos municípios vizinhos de Maracaçumé e Boa Vista do Gurupi.

Como consequência, a cidade teve uma redução repentina de cerca de 4.000 habitantes, mas não houve mudança no cadastro do Bolsa Família. Na prática, segundo o prefeito, esses moradores continuam usando os serviços públicos da Prefeitura de Junco do Maranhão.

“A população não aceitou a mudança, teve protestos, e os municípios vizinhos largaram mão, deixaram como estava. Então eu não podia deixar de dar assistência e largar o povo assim. Nós bancamos esse pessoal”, disse o prefeito ao blog.

Quatro das dez escolas municipais, por exemplo, estão nos povoados integrados aos municípios vizinhos, mas são mantidas com recursos de Junco do Maranhão, segundo o prefeito.

Desde a mudança, a prefeitura contesta os números na Justiça e se diz prejudicada, já que o repasse de recursos do governo federal é calculado com base na população.

Sem nenhuma indústria e com economia baseada na agricultura familiar e na pecuária, a cidade tem hoje 95% da receita oriunda de repasses federais.

Veja abaixo os 20 municípios com maior cobertura do Bolsa Família e a fatia da população beneficiada, de acordo com os dados do IBGE e do Ministério do Desenvolvimento Social:

1. Junco do Maranhão (MA): 90,6%
2. Sebastião Barros (PI): 86,9%
3. Belo Monte (AL): 83,6%
4. Alcântara (MA): 83,3%
5. Pavussu (PI): 82,7%
6. Serrano do Maranhão (MA): 82,5%
7. Vera Mendes (PI): 82%
8. Brejo do Piauí (PI): 80,6%
9. Calumbi (PE): 80,3%
10. Severiano Melo (RN): 79,3%
11. Palmeirândia (MA): 78,7%
12. São João Batista (MA): 78,7%
13. Matinha (MA): 78,7%
14. Lagoa do Sítio (PI): 78,6%
15. Paquetá (PI): 78,5%
16. Capitão Gervásio Oliveira (PI): 78,3%
17. Sigefredo Pacheco (PI): 77,6%
18. São Lourenço do Piauí (PI): 77,6%
19. Pedro Laurentino (PI): 77,5%
20. Flores do Piauí (PI): 76,5%

Município de Capitão Gervásio Oliveira, no Piauí, que ocupa a 16ª colocação no ranking dos mais dependentes do Bolsa Família - Foto de Eduardo Scolese - Ago.2008/Folhapress
Município de Capitão Gervásio Oliveira, no Piauí, que ocupa a 16ª colocação no ranking dos mais dependentes do Bolsa Família – Foto de Eduardo Scolese – Ago.2008/Folhapress

 

Siga o blog Brasil no Twitter (@Folha_Brasil) e no Facebook (www.facebook.com/BlogBrasil)