Seis curiosidades na pesquisa Datafolha do Rio Grande do Sul

Por brasil

FELIPE BÄCHTOLD, DE PORTO ALEGRE

Pesquisa Datafolha realizada terça (2) e quarta-feira (3) mostrou Ana Amélia (PP) com 39% das intenções de voto, contra 31% do atual governador e candidato à reeleição, o petista Tarso Genro.

Abaixo, alguns novos recortes do levantamento:

Capital petista
Tarso Genro (PT) obtém seu melhor desempenho nas intenções de voto em Porto Alegre, onde já foi prefeito duas vezes. No município, o atual governador tem 36%, contra 25% de Ana Amélia Lemos (PP). Porto Alegre já foi um dia vitrine petista –o partido governou a cidade de 1989 a 2004.

Dificuldade metropolitana
Nas cidades próximas a Porto Alegre, Tarso não repete o bom desempenho. Na simulação de segundo turno contra Ana Amélia, o petista venceria na capital, mas, levando em conta toda a região metropolitana, a candidata do PP abre 11 pontos percentuais de vantagem. Várias prefeituras da região são governadas por partidos da oposição, como o PMDB e PSDB.

Interior oposicionista
Cidades de pequeno e médio porte são a base eleitoral de Ana Amélia. Nos municípios com população entre 50 mil e 200 mil habitantes, a candidata salta para 43% das intenções de voto, contra 25% do atual governador. O partido dela tem vasta tradição nas pequenas cidades gaúchas e foi um dos que mais obtiveram prefeituras na eleição de 2012.

Voto feminino
Ana Amélia consegue ampliar seus percentuais se levar em conta apenas os votos das mulheres. No eleitorado feminino, a candidata abre 15 pontos de vantagem sobre Tarso. Entre os homens, os candidatos estão praticamente empatados.

Escolaridade
Tarso tem seus melhores índices no eleitorado que possui ensino fundamental. Nos entrevistados com esse perfil, a diferença entre os dois candidatos cai para quatro pontos percentuais. Entre eleitores com renda familiar mensal acima de cinco salários mínimos, Ana Amélia abre vantagem de 17 pontos.

Rejeição
Tarso novamente é o candidato mais rejeitado pelo eleitorado. Disseram que não votariam nele de jeito nenhum 27% dos entrevistados. O índice para Ana Amélia é menos da metade –13%. Terceiro colocado na pesquisa geral e avesso a polêmicas, José Ivo Sartori (PMDB) é rejeitado por 8% dos eleitores.

* O Datafolha ouviu 1.197 pessoas em 46 cidades. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no TSE com os números RS 00012/2014 e BR 00517/2014.

Siga o blog Brasil no Twitter: @Folha_Brasil