Cabides espalhados pelas ruas ajudam em campanha de doação de agasalhos

Por brasil

FELIPE BÄCHTOLD, DE PORTO ALEGRE

Uma iniciativa simples de solidariedade surgida em Porto Alegre vem ganhando repercussão nas redes sociais e se espalhou por diferentes partes do país nas últimas semanas.

Um grupo de jovens amigas da capital gaúcha criou neste inverno uma campanha de doação de roupas em lugares públicos chamada “Amor no Cabide”. A ideia é fixar cabides em ruas movimentadas para recolher agasalhos e peças usadas. As roupas ficam expostas e quem precisar delas pode levá-las livremente.

A campanha começou de maneira experimental em cinco pontos de Porto Alegre no mês passado e logo se multiplicou.

X

Divulgada por meio de uma página no Facebook, começou a ser reproduzida no interior do Estado e em cidades distantes, como Uberlândia e São Paulo.

“Muita gente começou a aderir. Falam até em começar a campanha fora do Brasil. Tomou uma proporção que a gente não tinha imaginado”, diz uma das idealizadoras, Helena Legunes, 22.

Ela conta que a ideia surgiu com outras duas amigas de uma discussão no ano passado sobre como ajudar a população de rua. No início, uma conversa com um morador de rua auxiliou a definir pontos da cidade onde as doações eram mais necessárias.

“Acho que as pessoas gostaram porque é simples”, afirma Helena.

Para preservar as peças, as idealizadoras sugerem cobrir as roupas com plástico ou fixar os cabides em um local coberto.

O grupo de amigas diz contar com o “bom senso” da população para que apenas os mais necessitados fiquem com os donativos.