Banheiro público com ar-condicionado e até espelho faz sucesso em Salvador

Por brasil

AGUIRRE TALENTO, DE SALVADOR

Em meio à Fan Fest de Salvador, entre os jogos da Copa e bandas de percussão, outra atração mais simples tem feito sucesso entre os torcedores: banheiros públicos com água encanada, ar-condicionado e até espelho.

Funcionando dentro de contêineres que têm acesso a água, esgoto e eletricidade, esses toaletes evitam o mau cheiro comum dos banheiros químicos e permitem até ao usuário lavar as mãos.

Têm cabines individuais, mictório no caso dos masculinos e pia. Quem usa o equipamento diz que é muito melhor do que os outros tipos. “Se fosse no químico eu preferia não ir ao banheiro”, diz a estudante Julia Barreto, 15.

O australiano Martyn Reeves, 58, também aprovou o equipamento. “É bem fresco com o ar-condicionado, perfeito para quem está bebendo e vai muito ao banheiro”, comenta.

X

A Prefeitura de Salvador colocou seis contêineres desses banheiros na região da Barra, onde ocorre a Fan Fest, a um custo diário de R$ 330 cada um (a diária de um banheiro químico é de R$ 230).

A iniciativa é recente, mas não é a primeira vez: foram testados no último Réveillon e, depois, usados em outras festas de rua, como no Carnaval.

ORIGEM DOS CONTÊINERES

Segundo a presidente da Limpurb (Empresa de Limpeza Urbana de Salvador), Kátia Alves, a ideia foi baseada nos contêineres usados como escritórios em obras da construção civil.

“A partir disso lançamos uma licitação para que empresas oferecessem contêineres como sanitários”, diz.

Ela afirma que no Carnaval do ano passado, os banheiros químicos foram citados pelos usuários como uma das piores coisas da festa.

Por causa disso, resolveram atacar o problema, mas não substituíram completamente os químicos. “Só não conseguimos colocar 100% desse tipo de banheiro porque o local precisa estar próximo de pontos de água, esgoto e energia”, afirma Kátia Alves.

Os equipamentos não são, porém, só elogios. Há críticas. A estudante Julia Barreto se queixa das trancas das cabines, que não estão funcionando bem, segundo ela. “E o espelho não é nítido”, disse.